Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Agência Brasil – 59 mil crianças foram registradas sem o nome do pai no Rio de Janeiro

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Publicado em 02/03/2022 – 13:20 Por Solimar Luz – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

 

Dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais, com base na Central de Informações do Registro Civil, indicam que, de 2016 a 2021, mais de 59 mil crianças foram registradas no Rio de Janeiro sem o nome do pai.

 

Para mudar essa realidade e estimular o reconhecimento de paternidade de forma voluntária, a Defensoria Pública promove, no dia 12 deste mês, o Dia D do Projeto Meu Pai Tem Nome.

 

A iniciativa vai acontecer nas Defensorias de todo o País. No Rio de Janeiro, a ação será realizada na Rua João Fernandes Neto, número 409, em Belford Roxo. As inscrições vão até o dia 7 de março, na próxima segunda-feira. Ao todo serão oferecidas 100 vagas.

 

Os interessados devem entrar no site da Defensoria – defensoria.rj.def.br – lá, tem um link para o documento de inscrição.

 

Nesse Dia D serão oferecidos serviços de atendimento jurídico, educação em direitos e exames de DNA gratuitamente.

 

Segundo levantamento apresentado pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais , de 2016 a 2021, o Rio de Janeiro registrou 1,2 milhão de nascimentos. E 4,6%  desses bebês não tiveram o reconhecimento da paternidade na certidão de nascimento.

 

O ano passado marcou a maior porcentagem de crianças registradas sem o nome do pai: quase 7%. Este ano, já são 27 mi l140 nascimentos e 2.008 registros sem filiação paterna, sem o nome do pai no registro de nascimento da criança.

 

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
marca-arpen