Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Equipe do Conselho Nacional de Justiça encerra inspeção no TJRJ

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

 

Notícia publicada por Assessoria de Imprensa em 25/03/2022 21:09

 

 

A equipe do Conselho Nacional de Justiça anunciou, na tarde desta sexta-feira (25/03), que finalizou a inspeção para verificação do funcionamento dos setores administrativos e judiciais de primeiro e segundo graus do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ). O trabalho, realizado por meio da Corregedoria Nacional de Justiça, teve início na última segunda-feira (21/03).

 

 

As inspeções foram realizadas das 9h às 18h em 97 unidades. Também foram inspecionadas serventias extrajudiciais. Em reunião realizada no gabinete da Presidência do TJRJ, a ministra do Superior Tribunal de Justiça e corregedora nacional de Justiça, Maria Thereza de Assis Moura, esclareceu que o relatório será votado no plenário do CNJ. Após a versão final, cada ponto apontado com necessidade de melhoria será submetido ao TJ para as devidas providências.

 

 

“Todos os resultados alcançados buscam o aprimoramento da prestação jurisdicional. O intuito é colaborar para que a Justiça do Rio permaneça sendo efetiva e célere. Agradeço aos magistrados e servidores pela forma cordial com que fomos recebidos”, disse. 

 

 

O presidente do TJRJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, disse que eventuais falhas serão corrigidas. 

 

 

“A vinda do Conselho Nacional de Justiça ao TJ é sempre um motivo para aprimorarmos a prestação jurisdicional. O nosso tribunal é aberto, transparente. Coloco o TJRJ disponível para possíveis esclarecimento de dúvidas quanto aos itens do relatório”. 

 

 

Estiveram presentes na reunião o corregedor-geral da Justiça do TJRJ, desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo, o segundo vice-presidente do Tribunal, desembargador Marcus Basílio, os juízes auxiliares da Presidência, Alexandre Teixeira, Rafael Estrela e Daniela Bandeira, além do desembargador Luís Paulo Aliende Ribeiro (TJSP) e da desembargadora Márcia Regina Dalla Déa Barone (TJSP), que atuaram na fiscalização, entre outras autoridades. 

 

 

A inspeção ordinária foi instaurada pela Portaria número 16 do CNJ. 

 

 

MG/FS

 

 

Fonte: TJRJ

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin