Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Itatiaia – MP propõe ação de nulidade para casamento de Arthur Aguiar e Maira Cardi

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

 

 

A influenciadora está sendo investigada pelo crime de bigamia. Ela teria casado com o ex-Rebelde antes de assinar divórcio

 

 

Confinado na casa mais vigiada do Brasil e considerado um dos participantes favoritos do BBB 22, o ator Arthur Aguiar não faz ideia de que o Ministério Público propôs uma ação de nulidade do seu casamento com a influenciadora Maira Cardi.

 

 

O processo que investiga Maira pelo crime de bigamia teve uma nova movimentação. Em 26 de setembro de 2014, influenciadora contraiu matrimônio com Egil Greto Guarize na Flórida, nos Estados Unidos, onde o casal morava. Eles teriam terminado o relacionamento em junho de 2017, mas não assinaram o divórcio. Ela voltou para o Brasil, conheceu Arthur e se casou com ele no dia 22 de dezembro do mesmo ano.

 

 

Ao descobrir traições e anunciar a separação de Arthur Aguiar, o ator teria ameaçado processá-la. Para fugir das ameaças, Maira teria entrado com um pedido na Justiça para validar o casamento com Egil no Brasil, acreditando que isso serviria para anular sua união com Arthur. Porém, na época, a resposta da juíza foi que isso não é permitido pela legislação brasileira e que a influenciadora poderia estar cometendo crime de bigamia, por estar legalmente casada com dois homens. Em dezembro de 2020, essas informações foram dadas pelo site Notícias da TV.

 

 

Na época, a Justiça ainda teria sinalizado o Ministério Público sobre a situação e o promotor Rogério Alvarez de Oliveira encaminhado o caso de Maira Cardi para uma delegacia no Rio de Janeiro.

 

 

Na última sexta-feira, dia 4 de março, tive acesso com exclusividade à informação que, desde o ano passado, Egil Greto Guarize vem tentando colocar fim ao seu casamento com a coach e assim regularizar sua questão jurídica no Brasil. Para isso acontecer, Egil protocolou pedido junto ao Cartório de Registros Civis de São Paulo trazendo a informação do seu casamento americano que é válido no Brasil para ser devidamente registrado no país. Esse movimento teria causado questionamentos na Vara de Registros Públicos de São Paulo que, na sequência, teria sentenciado o pedido e solicitado que fosse enviado um ofício ao Ministério Público de Valinhos (SP), cidade onde Maira Cardi reside atualmente.

 

 

Também fiquei sabendo que no último dia 08, o promotor do Ministério Público distribuiu uma ação propondo a nulidade do matrimônio uma vez que teria sido realizado em segundas núpcias com alguém impedido de contrair um novo casamento. A Vara de Registros Públicos de São Paulo também já teria enviado um ofício à Central de Inquéritos Policiais que, a partir de agora, também deverá tomar as providências necessárias para averiguar o eventual cometimento de crime de bigamia por Maira Cardi.

 

 

Fonte: Itatiaia

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
marca-arpen