Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Registradores civis fluminenses emitem mais de 700 certidões durante a Semana Registre-se!

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A 2ª Semana Nacional do Registro Civil se encerrou nesta sexta-feira; Arpen/RJ contabiliza junto ao TJRJ e ao CNJ o número de atendimentos realizados e pessoas assistidas pelo programa

 

Mais de 700 pessoas assistidas pelo registro civil em uma semana. Este é o resultado, ainda preliminar, averiguado pela Arpen/RJ – Associação de Registradores Civis de Pessoas Naturais do Estado do Rio de Janeiro sobre a 2ª Semana Nacional do Registro Civil que aconteceu no Rio de Janeiro. Do dia 13, quando começou a ação em todo o país, até o dia 17/05, último dia em que a iniciativa ocorreu, mais de 700 certidões foram emitidas e entregues aos seus respectivos registrados. Alessandra Lapoente, presidente da associação, avalia positivamente o resultado e agradece o afinco e a dedicação dos registradores e escreventes que se dispuseram a participar, tanto presencialmente como remotamente, direto dos cartórios, localizando e enviando os documentos via CRC.

 

“Este segundo ano do Registre-se! foi fantástico. Nós ganhamos agilidade, os atendimentos foram mais eficazes e os cartórios puderam responder com mais eficiência. Foi super positivo, só tenho a agradecer aos idealizadores do evento pela oportunidade de servir”, comenta Alessandra.

 

A Arpen/RJ atuou na linha de frente da ação que aconteceu na Praça do Expedicionário, centro do Rio, entre os dias 14 e 16 de maio. Atendendo ao público no dia 13, quando a ação teve início em todo o país, a associação realizou a emissão antecipada das certidões dos egressos do sistema prisional no Instituto Penal Evaristo de Moraes. Contabilizando este dia, foram 707 certidões emitidas e entregues aos registrados. Em comparação, no primeiro ano da ação, em 2023, 559 certidões foram emitidas.

 

Entre os serviços oferecidos estavam a emissão de 2ª via de registro de nascimento; registro tardio de nascimento e óbito; atualização do CADÚnico, BPC, tarifa social e bolsa família; orientação jurídica e encaminhamento de serviço da Secretaria de Ação Social.

 

A Semana Nacional de Registro Civil faz parte do Programa de Enfrentamento ao Sub-registro Civil e de Ampliação ao Acesso à Documentação Básica por Pessoas Vulneráveis, e foi instituída por meio do Provimento nº 140/2023 da Corregedoria Nacional de Justiça e deve ser realizada pelo menos uma vez ao ano. A primeira edição do evento, em maio do ano passado, assegurou cidadania a mais de 100 mil brasileiros em situação de vulnerabilidade, que conseguiram solucionar pendências referentes ao registro civil.

 

Fonte: Assessoria de comunicação – Arpen/RJ

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin